terça-feira, 31 de julho de 2012

Imagem e Mensagem: Nos Domínios da Fala – Emmanuel



Acompanhe a Mensagem:


Nos Domínios da Fala

Não somente falar, mas verificar, sobretudo, o que damos com as nossas palavras.

Automaticamente, transferimos estados de alma para aqueles que nos ouvem, toda vez que damos forma às emoções e pensamentos com recursos verbais.

Terás pronunciado formosos vocábulos, selecionando frases a capricho, no entanto, se não as tiveres reclamando de bondade e entendimento é possível que tenhas colhido apenas indiferença ou distância nos companheiros que te compartilham a experiência. Ainda mesmo hajam sido as tuas expressões das mais corretas e das mais nobres, gramaticalmente considerando, se nelas colocastes quaisquer vibrações de pessimismo ou azedume, ironia ou insinceridade, elas terão sido semelhantes a recipientes de ouro que derramassem vinagre ou veneno, ferindo ou amargurando corações ao redor de ti.

Isso ocorre porque, instintivamente, a nossa palavra está carregada de nosso próprio espírito, ou melhor, insuflamos os próprios sentimentos em todos aqueles que nos prestem atenção.

À vista disso, analisemo-nos em tudo o que dissermos.

Conversa é doação de nós mesmos. Opiniões que exteriorizemos são pinceladas para a configuração de nosso retrato moral. Mais que isso, o verbo é criador. Cada frase é semente viva. Plantamos o bem ou o mal, a saúde ou a enfermidade, o otimismo ou o desalento, a vida ou a morte, naqueles que nos escutam, conforme as ideias edificantes ou destrutivas que lhes imponhamos pelos mecanismos da influenciação, ainda mesmo indiretamente.

Balsamizarás as feridas dos que se encontrem caídos nas trilhas do mundo, entretanto, que será de nossos irmãos horizontalizados na angústia se não lhes instilarmos no coração a fé necessária para que se levantem na condição de filhos de Deus, tão dignos e tão necessitados da bênção de Deus, quanto nós?

Estudemos a nossa palavra, entendendo-lhe a importância na vida.

Diálogo é o agente que nos expõe o mundo íntimo.

O verbo é o espelho que nos reflete a personalidade real para julgamento dos outros.

Falarás e aparecerás.

Emmanuel

Francisco Cândido Xavier, pelo Espírito Emmanuel.

Áudio na voz de Paulo Goulart

segunda-feira, 30 de julho de 2012

O Orador e a Oratória de Divaldo Franco


Divaldo Pereira Franco é natural de Feira de Santana, Bahia, Brasil.

É reconhecido como um dos maiores médiuns e oradores espíritas da atualidade. Fundou, juntamente com seu fiel amigo Nilson de Souza Pereira, o Centro Espírita Caminho da Redenção e a Mansão do Caminho, que atendem a toda a comunidade do bairro de Pau da Lima, em Salvador, beneficiando milhares de doentes e necessitados.

Seu currículo revela um exímio e devotado educador com mais de seiscentos filhos adotivos e mais de duzentos netos e bisnetos, atendendo atualmente a cerca de três mil crianças, adolescentes e jovens de famílias de baixa renda, por dia, em regime de semi-internato e externato.

Orador com mais de treze mil conferências, em mais de duas mil cidades em todo o Brasil e em sessenta e cinco países dos cinco continentes, tendo concedido mil e quinhentas entrevistas para rádio e TV, no Brasil e no Exterior.

Em 2010 esteve em algumas cidades, por primeira vez, como Dublin, capital da Irlanda; Elche Sur-Azette, em Luxemburgo; Schwarzach, na Alemanha e Villach, na Áustria.

Nesse mesmo ano esteve na Rússia, por primeira vez, fazendo contatos com amigos e tentando encaminhar a criação de um núcleo espírita.

Recebeu mais de seiscentas homenagens, de instituições culturais, sociais, religiosas, políticas e governamentais.

Como médium, publicou duzentos e cinqüenta e cinco livros, com mais de oito milhões de exemplares, onde se apresentam duzentos e onze Autores Espirituais, muitos deles ocupando lugar de destaque na literatura, no pensamento e na religiosidade universais. Dessas obras, houve versões para dezessete idiomas (alemão, albanês, catalão, dinamarquês, espanhol, esperanto, francês, holandês, húngaro, inglês, italiano, norueguês, polonês, tcheco, turco, russo, sueco e sistema Braille). Existem, ainda, dezessete livros escritos por outros autores, sobre sua vida e sua obra. A renda proveniente da venda dessas obras, bem como os direitos autorais foram doados, em cartório, à Mansão do Caminho e outras entidades filantrópicas. (Fonte: Site de Divaldo Franco)


PALESTRA CRIANÇAS ÍNDIGO E CRISTAIS

Uma visão abrangente sobre crianças índigos e cristais na exposição do médium e orador espírita Divaldo Franco, proferida no ano de 2007.




domingo, 29 de julho de 2012

Mensagem da Semana


Saber Ouvir

Sem dúvida a oratória é uma qualidade muito importante para todo o grupo social e, portanto, bastante apreciada e valorizada.

Contudo existe uma faculdade não menos necessária nos relacionamentos humanos, consubstanciada na capacidade de ouvir.

Representa, muita vez, verdadeiro exercício de paciência e humildade.

De acordo com o Eclesiastes, há tempo para tudo na vida, inclusive tempo de falar e tempo de calar.

Ouvindo ativa e amorosamente, saberemos quando e como intervir, sem atropelos, sem sobressaltos.

Desenvolveremos a capacidade de atenção, de concentração, nos esforçando por bem compreender o que nos seja dito.

Saibamos emprestar os nossos ouvidos àqueles que necessitam, em variadas oportunidades, tão somente, desabafar.

Evitemos emitir juízos apressados e preconceituosos, nessas ocasiões; ouçamos, apenas.

Aprendamos a calar ante as imperfeições alheias, ressaltando ao contrário, o que haja de bom, da mesma forma que gostamos façam conosco.

Se assim o fizermos nos capacitaremos a ouvir o canto dos pássaros, a melodia das águas; sentiremos a harmonia divina em torno de nós e no nosso próprio íntimo.

Recordemos como já dito, que Jesus é nosso Mestre, não só por tudo que fez e falou, como também pelo que deixou de fazer e dizer.

Notemos bem, Deus é silencioso...

Que a Paz de Jesus esteja com todos.


Natanael

Mensagem psicografada pelo médium Flávio Bastos, na reunião de 20/08/2008, no Grêmio Espírita Atualpa – Brasília/DF

sábado, 28 de julho de 2012

Boas Notícias



Destaque para notícias positivas divulgadas em sites específicos durante esse mês.


Esporte

Jogos Olímpicos: renovação do sonho por uma cultura de paz

A abertura de uma nova Olimpíada é sempre saudada com entusiasmo pelos povos

Hoje serão abertos oficialmente, em Londres, Inglaterra os jogos das XXX Olimpíadas Mundiais, que prosseguirão até o dia 9 de agosto. Como anfitrião das Olimpíadas de 2016, o Brasil estará representado na cerimônia pela presidente da República, Dilma Rousseff.

O evento tem-se constituído em uma trégua a que a comunidade mundial se dá, afastando-se da azáfama diária, para realizar uma espécie de emulação fraterna de natureza desportiva. Isso é muito bem simbolizado na própria bandeira olímpica, que traz estampados cinco anéis entrelaçados, representando os cinco continentes e suas cores. A ideia é ressaltar o espírito olímpico, incentivando a paz, a amizade e o bom relacionamento entre os povos. Sua origem, como se sabe, está na Grécia Antiga (cerca de 2.500 a.C.). Mas, a iniciativa ficou abandonada durante 1.800 anos, só retomada em 1896, em Atenas, graças à insistência do francês Pierre de Fredy, o barão de Coubertin.

A oportunidade de ser escolhido para a sede das Olimpíadas dá ao país anfitrião visibilidade e prestígio. O que pode ser traduzido não só na esfera política, mas, sobretudo, na econômica, dando ensejo a projetos lucrativos, que podem ter dividendos na área social (para o bem ou para o mal), a depender dos compromissos fundamentais das forças que estejam no poder, naquele momento.

Infelizmente, as Olimpíadas têm sido, também, cenário de ações políticas reprováveis. Basta lembrar a recusa de Adolfo Hitler em entregar medalhas a um atleta americano negro nas Olimpíadas de Berlim (1936). Ou, outro episódio igualmente chocante, na mesma Alemanha, em Munique, durante as Olimpíadas de 1972, quando a organização palestina Setembro Negro matou 11 atletas da delegação de Israel. Sem falar nos boicotes de delegações por motivos políticos, durante a Guerra Fria: o dos EUA aos Jogos Olímpicos de Moscou (1980) em protesto contra a invasão do Afeganistão pelas tropas soviéticas; ou o da URSS, em 1984 às Olimpíadas de Los Angeles, sob a alegação de falta de segurança para a delegação de atletas soviéticos.

Seja como for, a abertura de uma nova Olimpíada é sempre saudada com entusiasmo pelos povos que, independentemente das razões de Estado, continuam apostando na paz.

Fonte: Jornal de Hoje, 27/07/2012


Ciência

Em conferência, cientistas falam em fim da epidemia de Aids

A 19ª Conferência Internacional sobre a Aids terminou nesta sexta-feira em Washington com a mensagem que o fim da epidemia é possível com compromisso político, financeiro e científico, além de com um renovado otimismo sobre o desenvolvimento de uma cura para a doença.

O médico ugandense Elly Katabira, presidente da conferência e da Sociedade Internacional da Aids (IAS, na sigla em inglês), pediu para se manter o "esforço" na luta contra a doença, para a qual ainda não há uma vacina ou uma cura, mas sim ferramentas e recursos "com o potencial de salvar milhões de vidas".

A conferência reuniu durante seis dias na capital americana, que tem uma taxa de infectados com o HIV superior à de países africanos como Gana e Libéria, cerca de 24 mil pessoas de 183 nações.< No ato de encerramento, o ex-presidente americano Bill Clinton disse que é possível, embora não seja fácil, conseguir o acesso universal ao tratamento contra o HIV e eliminar a transmissão do vírus de mãe para filho até 2015.

Clinton destacou que atualmente se beneficiam do tratamento contra o HIV cerca de 8 milhões de pessoas no mundo todo e que na África, onde esteve recentemente, viu "um progresso incrível" e sobretudo "vontade" para eliminar a transmissão do vírus de mãe para filho.

Além disso, o ex-presidente (1993-2001) elogiou o fato de que agora os países mais afetados pela aids forneçam mais da metade do financiamento para lutar contra a doença e enfatizou que, inclusive nestes "tempos difíceis", é fundamental que tanto os governos como os doadores particulares continuam investindo.

Em 2011 havia 34,2 milhões de pessoas que viviam com o HIV no mundo, o número mais alto registrado até o momento devido ao prolongamento da média de vida conseguida graças aos tratamentos antirretrovirais, segundo a agência das Nações Unidas contra a Aids (Unaids).

Para os especialistas que participaram da conferência a descoberta de uma cura para a aids é um desafio possível, mas ainda distante, após anos de grandes lucros. A pesquisa enfrenta agora dois grandes desafios: a vacina preventiva e novas estratégias para curar a infecção para que os tratamentos com antirretrovirais sejam limitados e possam ser retirados sem que o vírus volte a se manifestar.

Segundo explicou á Efe o médico e professor da Universidade da Califórnia em San Francisco Steven Deeks, o problema é que o vírus está escondido nas células infectadas e os remédios atuais não podem atacá-lo, portanto é preciso "identificar fármacos que obriguem o vírus a sair de sua letargia para poder aniquilá-lo".

Quanto à esperada vacina, após 20 anos de tentativas fracassadas, foram feitos "avanços reais" nos últimos dois anos e "não há dúvida que estamos nos aproximando, embora não tenho certeza do quão longe estamos de consegui-la", assegurou Deeks.

Por enquanto há um único caso no mundo de cura, o do americano Timothy Ray Brown, que se submeteu a um complicado tratamento que incluiu um transplante de medula para tratar uma leucemia mieloide aguda que sofria com células selecionadas.

Entre os grupos mais atingidos pela doença estão os hispânicos nos EUA, com altas taxas de infecção e vítimas do estigma social que lhes impede de buscar cuidado médico e participar de estudos clínicos. Esse mesmo estigma persegue as mulheres portadoras do HIV, o que diminui suas possibilidades de trabalho, estudo e tratamentos, segundo afirmaram várias especialistas na conferência.

Em geral as mulheres, e em particular as de minorias nos EUA e as que vivem em países de baixa renda e poucos meios, registraram altas taxas de infecção com o HIV em anos recentes, contagiadas por casais que abusam delas, usam drogas ou mantêm relações homossexuais.

Em 2011, os jovens de entre 15 e 24 anos representavam 40% das novas infecções pelo HIV em adultos e os casos em mulheres dessa idade são o dobro dos registrados entre os homens, de acordo com a agência das Nações Unidas contra a Aids (Unaids).

Pela conferência passaram estrelas como o cantor e compositor britânico Elton John, que em um discurso muito aplaudido pediu para substituir o "estigma" e a "vergonha" pela "compaixão" no combate à doença.

Fonte: Terra Notícias, 27/07/2012

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Música Espírita: Pulsa em Nós – Denis Soares

“A sintonia que nos eleva e que pulsa em cada um de nós.”

Música do cantor e compositor espírita Denis Soares, interpretada na sua voz.



quinta-feira, 26 de julho de 2012

Entrevista tema : Divulgação do Espiritismo

A importância da divulgação da doutrina espírita é o tema abordado nessa entrevista concedida por Paulo Jacinto ao programa Verdade e Luz, apresentado por André Ariovaldo.



quarta-feira, 25 de julho de 2012

Gotas de Luz



Magnetismo – Parte II

Os magnetizadores clássicos eram pessoas moralmente equilibradas?

Sim, abstração feita às exceções de toda regra. A despeito de muito se acusar Mesmer de exibicionismo e comportamentos exóticos, os que com ele conviveram sempre ressaltaram seu espírito de “homem caridoso e bom”.

Deluze, considerando como o ressurgidor do magnetismo com sua obra História Crítica do Magnetismo, de 1813, assim enunciava como indispensáveis algumas das condições morais do magnetizador: “Vontade ativa pelo bem; crença firme em seu poder; e confiança inteira em seu emprego”.

Os magnetizadores precisam contar com os Espíritos?

Vou buscar Allan Kardec (Revista Espírita, jan-1864) mais uma vez, em uma interessante reflexão que responde à questão:

“... Para curar pela ação fluídica, os fluídos mais depurados são os mais saudáveis; desde que esses fluidos benéficos são dos Espíritos superiores, então é o concurso deles que é preciso obter. Por isto, a prece e a invocação são necessárias. Mas, para orar e, sobretudo, orar com fervor, é preciso fé. Para que a prece seja escutada, é preciso que seja feita com humildade e dilatada por um real sentimento de benevolência e de caridade. Ora, não há verdadeira caridade sem devotamento, nem devotamento sem desinteresse. Sem estas condições o magnetizador, privado da assistência dos bons Espíritos, fica reduzido às suas próprias forças, por vezes insuficientes, ao passo que com o concurso deles, elas podem ser centuplicadas em poder e em eficácia.” (grifos originais).


Trecho do cap. 2 do livro “Cure-se e Cure pelos Passes”, de Jacob Melo.

terça-feira, 24 de julho de 2012

O Orador e a Oratória de Djalma Argollo.


Djalma Motta Argollo nasceu em 27 de maio de 1940 na cidade do Salvador, Estado da Bahia. É Bacharel em Ciências Estatísticas. Tem pós-graduação em Terapia Junguiana, realizada na parceria Faculdades Helio Rocha e Clínica Psiquê, em Salvador, Bahia. Brasil. Atualmente aposentado como Analista de Processamento de Dados pela PRODEB - Cia de Processamento de Dados do Estado da Bahia. Exerce a atividade de Terapeuta Junguiano na Anima - Terapia e Estudos.

Em março de 1958, tornou-se espírita. Freqüentou a Juventude Espírita Manoel Miranda, da União Espírita da Baiana. Desde 1959 exerce atividades mediúnicas e faz palestras, conferências e workshops em diversos Estados do Brasil e também no Exterior.

Desde de sua juventude, os espíritos, mediunicamente, já o havia apontado como tendo missões na área da palavra e da escrita, o que vem se cumprindo integralmente. Como espírita, exerceu cargos de diretoria e presidiu a Juventude Manoel Miranda; foi presidente da SOCEBA - Sociedade de Estudos Espíritas; fundador do Centro Espírita Etiene Ferreira Rocha; foi diretor e Presidente do Grupo de Fraternidade Leopoldo Machado, diretor e presidente do Núcleo Espírita Sintonia, em Ilhéus, BA. Em novembro de 2000 fundou a AMAR - Sociedade de Estudos Espíritas (AMAR-SE), sendo seu atual Presidente, em Salvador, BA; nesta instituição, criou a AMAR - Livraria, Editora e Distribuidora, que vem editado seus novos livros, cujos direitos autorais são integralmente cedidos à AMAR-SE.

Djalma Motta Argollo é estudioso e pesquisador da Doutrina Espírita, da mente Humana, da Filosofia, e da Vida de Jesus. Como escritor Djalma tem vinte e um livros publicados, sendo quinze de sua autoria, duas traduções do grego: O Sermão do Monte e O Evangelho conforme Mateus, comentadas à luz do Espiritismo, e duas traduções do francês: O Livro dos Espíritos e O Evangelho segundo o Espiritismo, de autoria de Allan Kardec. (Wikipedia)


PALESTRA JESUS

Palestra realizada na Fundação Lar Harmonia no dia 25.02.12.


.

segunda-feira, 23 de julho de 2012

O Orador e a Oratória de Raul Teixeira



Natural da cidade de Niterói, no Rio de Janeiro, Raul Teixeira é licenciado em Física pela Universidade Federal Fluminense, Mestre em Educação pela mesma universidade e Doutor em Educação pela Universidade Estadual Paulista. Atualmente é professor aposentado da Universidade Federal Fluminense.

Raul é um dos fundadores da Sociedade Espírita Fraternidade, localizada em Niterói. A instituição mantém uma obra de Assistência Social Espírita denominada "Remanso Fraterno", que atende a crianças e famílias socialmente carentes.

Como orador, já esteve em todos os estados do Brasil e em 45 países, levando a mensagem espírita a milhares de pessoas. É um dos mais requisitados conferencistas espíritas da atualidade. No presente momento, ele encontra-se afastado de suas atividades para tratamento de problemas de saúde. (Fonte: Wikipedia)


PALESTRA POR QUE SOFREMOS?

Palestra realizada pelo médium e orador espírita José Raul Teixeira que expõe sobre o tema sofrimento.


domingo, 22 de julho de 2012

Mensagem da Semana


As Bem Aventuranças do Expositor


Bem-aventurado o expositor que sabe como pregar.

Bem-aventurado o expositor que encurta suas introduções.

Bem-aventurado o expositor que modela sua voz, e nunca grita.

Bem-aventurado o expositor que sabe como e quando terminar.

Bem-aventurado o expositor que se inclui entre os ouvintes.

Bem-aventurado o expositor cujas palestras são articuladas e lógicas.

Bem-aventurado o expositor cujas palestras constituem uma unidade, têm propósito definido, sendo cada palavra bem pensada e meditada.

Bem-aventurado o expositor que raramente emprega o pronome eu.

Bem-aventurado o expositor que conhece, prega e pratica a Doutrina Espírita.

Bem-aventurado o expositor que vive a mensagem que prega.

Bem-aventurado o expositor que é Cristocêntrico.

Bem-aventurado o expositor que antes de se preocupar com a qualidade das palavras, se preocupa com o sentimento que irá passar.

"Pregar o Evangelho de Jesus Cristo é o mais alto privilégio e a aventura mais sedutora jamais comissionada ao homem, e ainda o propósito final de toda pregação do Evangelho, é a evangelização - a real conversão para Cristo."


Autor desconhecido

sábado, 21 de julho de 2012

Extra (video aula): Os Exilados de Capela

Um vídeo explicativo sobre a conhecida obra literária espírita de Edgard Armond, “Os Exilados de Capela”, que aborda como tema central a migração de espíritos de uma grande estrela influenciando na evolução espiritual da humanidade do nosso planeta, tendo como base considerações históricas e científicas.


sexta-feira, 20 de julho de 2012

Pensamentos Nobres

Uma seleção com reflexões de paz e otimismo.




“Lembremo-nos de que o homem interior se renova sempre. A luta enriquece-o de experiência, a dor aprimora-lhe as emoções e o sacrifício tempera-lhe o caráter. O Espírito encarnado sofre constantes transformações por fora, a fim de acrisolar-se e engrandecer-se por dentro.” Emmanuel

“Nenhum pessimista jamais descobriu os segredos das estrelas, nem velejou a uma terra inexplorada, nem abriu um novo céu para o espírito humano.” Helen Keller

“O inverno cobre minha cabeça, mas uma eterna primavera vive em meu coração.” Victor Hugo

“Todas as palavras que você pronuncia constituem uma "oração". Seicho-No-Ie

“Boas palavras vivificam o próximo e a nós mesmos”. Seicho-No-Ie

“A felicidade é simplesmente uma questão de luz interior.” Henri Lacordaire

“Temos medo de estarmos conosco, mergulharmos em nosso interior. O silêncio e sua prática nos leva a esta possibilidade de encontro profundo e revitalizador. Com o silêncio, encontramos a paz e o amor incondicional vem com toda a força transformadora. "O amor é a força mais sutil do mundo. O mundo está farto de ódio". É é este ódio irracional e distante da força criadora que destrói, corrompe e ensurdece a humanidade.” Gandhi

“O Sentido e a essência não se encontram em algum lugar atrás das coisas, senão em seu interior, no íntimo de todas elas.” Hermann Hesse

quinta-feira, 19 de julho de 2012

O Orador e a Oratória de André Trigueiro


















Formou-se em jornalismo pela Universidade em 1988. Foi repórter e apresentador da Globonews, onde apresentava de 1996 a 2012 o Jornal das Dez e o Cidades e Soluções. Atualmente, Trigueiro continua como editor-chefe do Cidades e soluções e está na Rede Globo, onde tem um quadro quinzenal sobre sustentabilidade no Jornal da Globo, é repórter especial do Jornal Nacional e colabora com os telejornais da casa, também continua como colunista da Rádio CBN (Central Brasileira de Notícias) nos fins de semana. É pós-graduado em Gestão Ambiental pela COPPE/UFRJ, e é professor na PUC-Rio, onde criou o curso Jornalismo Ambiental.

É coordenador do livro Meio Ambiente no Século XXI (Editora Armazém do Ipê/Autores Associados, 2005) e autor dos livros Mundo Sustentável - "Abrindo Espaço na Mídia para um Planeta em transformação" (Editora Globo, 2005) e Espiritismo e Ecologia (Ed. Federação Espírita Brasileira, 2009). Atualmente está na Rede Globo, onde atua como repórter para jornais da emissora. (Wikipédia)

PALESTRA ESPIRITISMO E ECOLOGIA

Palestra proferida por André Trigueiro no lançamento do seu livro “Espiritismo e Ecologia” que enfoca a estreita relação entre a doutrina espírita e o meio ambiente, equacionando importantes aspectos da atual situação ambiental planetária.



quarta-feira, 18 de julho de 2012

O Orador e a Oratória de Denizard de Souza


Denizard de Souza é conferencista espírita, presidente da Associação dos Divulgadores Espíritas do Distrito Federal (ADE-DF), Diretor de Políticas de Comunicação da Associação Brasileira dos Divulgadores Espíritas (Abrade), Mestre em Sociologia e professor universitário.

PALESTRA EM BUSCA DO SER INTEGRAL

Palestra com o professor Denizard de Souza proferida no ano de 2009.


terça-feira, 17 de julho de 2012

A Música e o Espírito: Beyond the Horizon - Karunesh

A música sempre marcante de Karunesh inspirou esse vídeo com imagens que descrevem uma história onírica e romantica.




segunda-feira, 16 de julho de 2012

Poder do Pensamento

Palestra “A Mente, Educação do Espírito”

Uma palestra com a pesquisadora, psicóloga e conferencista internacional, Drª Anete Guimarães, proferida na Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas que expõe e discute a mente como forma de educação para a alma.



domingo, 15 de julho de 2012

Mensagem da Semana


Prece do Orador Espírita


Obrigado, Senhor, pela possibilidade que me dá de divulgar o seu Evangelho. Mas eu agradeço, acima de tudo, porque ao falar para o meu semelhante tenho o privilégio de analisar e aplicar em mim o que recomendo para os outros.

Agradeço, Senhor, pela oportunidade que me é dada de estudar suas lições. Mas sou grato, principalmente, pela mente sã e lúcida que me permite reter e compreender as preciosas notícias.

Graças lhe dou, Senhor, pelos chamados e convites que recebo para falar do seu amor pela humanidade. Mas peço a sua ajuda para que minhas palavras sejam sempre acompanhadas do exemplo de boa conduta, mesmo nas mais difíceis situações.

Ajude-me, Senhor, para que eu encontre uma linguagem simples e clara quando falar aos meus irmãos do caminho, para que nunca sejam interpretadas de forma distorcida e levem mais dúvidas que certezas, mais indecisões que coragem.

Obrigado, Senhor, por ter-me aberto olhos e coração, mostrando-me a porta estreita da lógica, do bom senso e do amor, vedada ainda a tantos irmãos equivocados que persistem no mal e na ignorância. Mas lhe peço, Senhor, ensina-me a respeitar o entendimento de cada um para não infringir sua liberdade de pensar e agir, porque eu mesmo, ainda imperfeito, dependo muito da sua misericórdia.

Que, apesar de pequeno, Senhor, eu possa ser seu fiel emissário e saiba noticiar o seu amor por todos nós e a sua tristeza diante da nossa indiferença e vacilações de fé. Que eu O ajude a formar um homem novo a cada dia, mostrando-lhe as verdades eternas. Inspira-me, porém, Senhor, para que eu tenha paciência e jamais fique irado ou deserte do trabalho ao surgir obstáculos que pareçam de impossível remoção.

Dê-me, enfim, Senhor, serenidade, força e discernimento quando eu falar em seu nome.

Que assim seja.


Octávio Caúmo Serrano

(Jornal Verdade e Luz Nº 186 de Julho de 2001)

sábado, 14 de julho de 2012

A Oradora e a Oratória de Suely Caldas Schubert


















Suely Caldas Schubert nasceu em Carangola, MG. Desde jovem, dedica-se às atividades espíritas, especialmente no âmbito da mediunidade e da divulgação do Espiritismo. Autora de nove livros, é também conhecida expositora, tendo realizado dezenas de palestras no Brasil e no exterior.

Pela Editora da Federação Espírita Brasileira lançou seus dois primeiros livros – Obsessão/Desobsessão: Profilaxia e Terapêutica (1981) e Testemunhos de Chico Xavier (1986).

Outros livros de sua autoria são O Semeador de Estrelas (1989), Ante os Tempos Novos (1996), ambos pela Editora LEAL; Mediunidade: Caminho para ser Feliz (1999), pela Editora Didier; e Transtornos Mentais (2001), pela Minas Editora.

Em 1986, Suely fundou com um grupo de companheiros a Sociedade Espírita Joanna de Ângelis, em Juiz de Fora, da qual foi a primeira presidente e hoje exerce a vice-presidência. Tem uma atividade intensa na Aliança Municipal Espírita dessa cidade, onde reside e é diretora do Departamento de Mediunidade.


PALESTRA TRANSTORNOS PSÍQUIATRICOS E OBSSESSIVO NA ATUALIDADE.

Palestra proferida por Suely Caldas Schubert na 41ª Semana Espírita de Anápolis, Goiás, no ano de 2009.




sexta-feira, 13 de julho de 2012

A Oradora e a Oratória de Mayse Braga














Mayse Braga de Oliveira, natural do Rio de Janeiro, mudou-se para Brasília ainda bem pequena.

Aos 13 anos de idade, impulsionada pela mediunidade que já se avizinhava para ocupar lugar central em sua vida, foi levada a conhecer a Doutrina Espírita, da qual jamais se afastou: "até onde sei de mim, já comecei fazendo palestras!", ela diz.

Oradora conhecida - e reconhecida! - em todo o país, Mayse tem o dom de traduzir de forma simples e bela as verdades do mundo espiritual. Não é à toa que suas palestras lotam os auditórios por onde ela passa.

PALESTRA MEMÓRIAS NA ESPIRITUALIDADE

Palestra realizada no Centro Espírita Recanto de Maria - REMA, no dia 23 de setembro de 2010.




quinta-feira, 12 de julho de 2012

Extra (solidariedade): Hospital Aristides Maltez pede Ajuda


Tendo como idealizador e fundador o médico cirurgião, professor Aristides Maltez e inaugurado em 2 de fevereiro de 1952, o Hospital Aristides Maltez atravessa hoje uma das suas mais sérias crises financeiras e está ameaçado de encerrar as suas atividades.

Desde a sua fundação o hospital tem se dedicado a pesquisas e tratamento do câncer, ocupando atualmente uma posição de destaque no cenário nacional, oferecendo assistência a pessoas carentes, sem jamais ter deixado de funcionar um dia sequer.

Faço aqui um apelo junto à sociedade do nosso país e especialmente ao povo baiano, no sentido de mobilizar-se em prol dessa instituição que necessita da solidariedade e do apoio de todos nesse momento para vencer a essa lamentável situação.

Toda forma de ajuda pode ser realizada conforme a campanha do portal do hospital, que é a seguinte:

Ajude como puder.
A gente acredita na vida.
A gente acredita em você.

NOTAS E CUPONS FISCAIS

Para contribuir com a campanha “Sua Nota é um Show de Solidariedade”, basta depositar notas ou cupons fiscais nas urnas dos supermercados, farmácias e outros estabelecimentos comerciais de toda a cidade. Cada quadrimestre corresponde a uma etapa (por exemplo, de janeiro a abril; de maio a agosto...).

DEPÓSITOS BANCÁRIOS

  • Caixa Econômica Federal (AG: 1236/Conta Corrente: 1477-0/OP: 003)
  • Caixa Econômica Federal (AG: 1236/Conta Corrente: 11000-1/OP: 003)
  • Banco do Brasil (AG: 3025-2 / Conta Corrente: 9892-2)
  • Banco do Brasil (AG: 3025-2/Conta Corrente: 126578-4)
  • Bradesco (AG: 0662-9 / Conta Corrente: 18370-9)

DÉBITO EM CONTA

Para aderir à campanha “Sociedade Solidária, Câncer Vencido” autorize o debito automático de qualquer valor (a partir de R$ 10,00) na sua conta corrente nos bancos Bradesco, Banco do Brasil, Caixa Econômica, Itaú e Real. O cadastro pode ser realizado neste site.

Temos como meta alcançar 25.000 doadores, seja você um deles!

CARNÊ SOLIDÁRIO

Seja uma das pessoas que ajudarão a reduzir o déficit do Hospital Aristides Maltez. Adquira seu carnê no HAM, ou em casas lotéricas e estabelecimentos comerciais e deposite a sua doação em uma das contas disponíveis ou pague na tesouraria do hospital.

Consulte clicando aqui o site do Hospital Aristides Maltez e faça a sua contribuição.

Estou disponibilizando também, por tempo inderterminado, um banner no canto esquerdo do nosso blog com o link da campanha do Hospital Aristides Maltez.

quarta-feira, 11 de julho de 2012

O Orador e a Oratória de Kau Mascarenhas


















Kau Mascarenhas é baiano, palestrante espírita, consultor, compositor, cantor, instrutor e conferencista, Master Practitioner e Trainer em Programação Neurolingüística (PNL), com formação pela Sociedade Brasileira de PNL, São Paulo. No movimento espírita, Kau Mascarenhas vem demonstrando a relação existente entre o Espiritismo e os novos modelos de Desenvolvimento Humano.

Tem pós-graduação em Consultoria Organizacional e atualmente pesquisa Psicologia Holística e Teorias de Complexidade. Faz Pontes entre essas disciplinas e a PNL.

Lançou no ano de 2000 o CD "Vida Nova", com 12 canções de sua autoria que tem em si mensagens de desenvolvimento humano.

Em 2005 lançou 2 CDs com os temas “Autoestima e Você” e “Motivação – Alavanca Ideal Para o Sucesso”.

Em abril de 2006 saiu o seu primeiro livro “Mudando Para Melhor - Programação Neurolinguística e Espiritualidade”.


PALESTRA A REENCARNAÇÃO E OS LAÇOS DE FAMÍLIA – KAU MASCARENHAS

Palestra com Kau Mascarenhas realizada no Grupo Espírita Caminho da Luz, Long Branch, New Jersey, USA.




terça-feira, 10 de julho de 2012

O Orador e a Oratória de Richard Simonetti


















Bauruense da gema, casado com Tânia Regina Simonetti é pai de Graziela, Alexandre, Carolina e Giovana, e avô de Rafaela, primeira neta.

Foi funcionário do Banco do Brasil de 1956 a 1986, quando se aposentou. Passou, então, a dedicar-se inteiramente às atividades espíritas, particularmente no Centro Espírita Amor e Caridade, ao qual está ligado desde a infância.

O CEAC destaca-se pelo largo trabalho que desenvolve no campo social, envolvendo Albergue, Centro de Triagem de Migrantes, Atendimento à população de rua, Creche, Assistência Familiar, Cursos Profissionalizantes… A instituição beneficia perto de vinte e cinco mil pessoas, anualmente.

Expositor espírita tem percorrido todos os Estados brasileiros, em centenas de cidades, e também outros países, como Estados Unidos, França, Suíça, Itália e Portugal…
Articulou, em 1973, o movimento inicial de instalação dos Clubes do Livro Espírita, que prestam relevantes serviços de divulgação em centenas de cidades.

De 1964 a 1994 participou da União das Sociedades Espíritas de Bauru, em seus Departamentos de Doutrina e de Divulgação. Responsável pela instalação do Clube do Livro Espírita de Bauru e pela manutenção da Livraria Espírita, sustentou expressivo movimento de venda de livros que proporcionaram recursos para a construção da sede da USE, em edifício de três pavimentos. Vem empenhando-se em passar sua experiência a outras cidades, a demonstrar como se pode dinamizar a divulgação espírita a partir dessas iniciativas e, ao mesmo tempo, arrecadar recursos para outros serviços.

Colabora assiduamente em jornais e revistas, espíritas. Escreve regularmente para periódicos espíritas de projeção nacional – Reformador, Revista Internacional de Espiritismo, Folha Espírita.

Tem quarenta e oito obras publicadas, com uma tiragem total de perto de dois milhões e duzentos mil exemplares.

É membro da Academia Bauruense de Letras.


PALESTRA O ESPIRITISMO E O SONHO CRISTÃO – RICHARD SIMONETTI

Palestra ministrada por Richard Simonetti no II SIMESPE- Simpósio de Estudos e Práticas Espíritas em Pernambuco, em julho de 2007.




segunda-feira, 9 de julho de 2012

Atualidades Espíritas


A Importância da Ciência e da Filosofia na Construção do Pensamento Racional

Por: Marcos Andrade

A cada dia estamos observando que o ser humano continua sem perceber a importância de buscar os valores divinos como meta para a própria vida. Muitos ainda não têm o entendimento necessário para compreender essa questão. A que se deve Isso?

À falta de explicação dos filósofos? À falta de explicação da ciência? Ou à falta de vontade por parte daqueles que desejam chegar ao conhecimento?

São reflexões profundas em que muitas vezes o ser humano busca explicações em teorias materialistas, e fica sem muitas respostas porque ele não conhece a profundidade do pensamento humano.

Para a compreensão do pensamento humano, é necessário aprofundar-se no estudo das teorias psicológicas, aliando as mesmas aos estudos transcendentais sobre o ser humano, que diz respeito às forças energéticas ”espirituais”, pois somos fontes inesgotáveis de energias. Toda criatura humana possui, sem que ela saiba, uma energia capaz de curar ou ajudar ao seu semelhante.

Portanto, é necessário a ciência oficial estudar o ser humano no seu todo, pois, para estruturar a sua base científica, ela deve ter mecanismos que sirvam de referência para o conjunto de sua própria estruturação, visto que, para se tornar ciência de fato e de direito, é necessário alicerçar-se no conhecimento científico. Sem o conhecimento e sem provas científicas torna-se impossível ganhar notoriedade nos meios acadêmicos. Toda ciência só tem valor científico quando ela consegue explicar de maneira racional os fatos e os fenômenos que ela estuda. Caso contrário, ela fica na base do senso comum.

Então, qual a vertente científica, filosófica e religiosa que nos dá a certeza e a compreensão racional dos fatos dizendo ao homem que ele não é só matéria inerte? Que fala que não somos apenas matéria e que tem algo a mais e que anima a estrutura física? Que preenche as lacunas deixadas propositadamente pela ciência oficial?

Essa ciência (e essa filosofia) que nos pode dar respostas racionais é a Doutrina Espírita. É através dela que ficamos sabendo sobre a vida espiritual, a comunicação dos Espíritos e o seu estado feliz ou infeliz em que muitos se encontram. É através da doutrina espírita que aprendemos as verdades sobre a pluralidade dos mundos, sobre a reencarnação, tendo a certeza de que não morreremos e que voltaremos um dia para o orbe terrestre, quantas vezes forem necessárias para completar a nossa evolução.

A Doutrina Espírita clareia os nossos caminhos a partir do pensamento racional, colocando para o homem a necessidade da transformação moral e espiritual. Aquele que deseja se candidatar para alcançar o reino dos céus, precisa, em medida de urgência, trabalhar a sua mudança interior, fazendo de tudo para adquirir os conhecimentos necessários, unindo o mesmo à prática diária, pois quem não se adequar a esses requisitos básicos não entrará no reino dos céus com a túnica espiritual brilhante.

Essa túnica simboliza a vestimenta espiritual de cada um de nós. Vamos trabalhar junto aos companheiros de ideal, alimentando o amor, a esperança, e confiando sempre nas presenças amigas dos Espíritos superiores como faróis de luz em nossas vidas.



domingo, 8 de julho de 2012

Mensagem da Semana



Divulgação Espírita


...Efetivamente, as vossas responsabilidades no plano terrestre vos concitam a trabalho árduo no que se refere à implantação das ideias libertadoras da Doutrina Espírita a que fomos traduzidos a servir.

...Em verdade, nós outros, os amigos desencarnados, até certo ponto, nos erigimos nos companheiros da inspiração, mas as realidades objetivas são vossas, enquanto desfrutardes as prerrogativas da encarnação.

...Compreendamos que a vossa tarefa na divulgação do Espiritismo é ação gigantesca, de que não vos será licito desertar.

Nesse aspecto do assunto, urge considerarmos o impositivo da distribuição equitativa e plena dos valores espirituais, tanto quanto possível, em benefício de todos.

...Devotemo-nos à cúpula, de vez que em qualquer edificação o teto é a garantia da obra, no entanto, é forçoso recordar que a estrutura e o piso são de serventia preciosa, cabendo-lhes atender à vivência de quantos integram no lar a composição doméstica.

Em Doutrina Espírita, encontramos a Terra toda por lar de nossas realizações comunitárias e, por isso mesmo, a cúpula das ideias é conclamada e benéfica, em auxílio da coletividade.

...Não vos isoleis em quaisquer pontos de vista, sejam eles quais forem.
...Estudai todos os temas da Humanidade e ajustai-vos ao progresso cujo carro prossegue em marcha irreversível.

...Observai tudo e selecionai os ingredientes que vos pareçam necessários ao bem geral.
Nem segregação sistemática na cultura acadêmica, nem reclusão absoluta nas afirmativas do sentimento.

...Vivemos um grande minuto na existência planetária no qual a civilização para sobreviver há de alçar o coração ao nível do cérebro e controlar o cérebro, de tal modo, que o coração não seja sufocado pelas aventuras da inteligência.

Equilíbrio e justiça.
Harmonia e compreensão.
Nesse sentido, saibamos orientar a palavra espírita, no rumo do entendimento fraternal.
...Todos necessitamos de luz renovadora.
Imperioso saber conduzi-la, através das tempestades que sacodem o mundo de hoje, em todos os distritos da opinião.

...Congreguemo-nos todos na mesma formação de trabalho, conquanto se faça imprescindível a sustentação de cada um no encargo que lhe compete.
Nenhuma inclinação à desordem, a pretexto de manter coesão, e nenhum endosso à violência sob a desculpa de progresso.

...Todos precisamos penetrar no conhecimento da responsabilidade de viver e sentir, pensar e fazer.

...Os melhores necessitam do Espiritismo para não perder o seu próprio gabarito nos domínios da elevação.

Os companheiros da retaguarda evolutiva necessitam dele para se alterarem de condição.
Os felizes reclamam-lhe o amparo, a fim de não se desmandarem nas facilidades que transitoriamente lhes enfeitam as horas.

Os menos felizes pedem-lhe o socorro, a fim de se apoiarem na certeza do futuro melhor.
Os mais jovens solicitam-lhe os avisos para se organizarem perante a experiência que lhes acena ao porvir e os companheiros amadurecidos na idade física esperam-lhe o auxílio para suportarem com denodo e proveito as lições que o mundo lhes reserva na hora crepuscular.

...Tendes convosco todo um mundo de realizações a mentalizar, preparar, levantar, construir.
...Não nos iludamos.

Hoje dispondes da ação, do corpo que envergais; amanhã seremos nós, os amigos desencarnados, que vos substituiremos na arena do serviço.
A nossa interdependência é total.

...Ante a imortalidade, estejamos convencidos de que voltaremos sempre à retaguarda para corrigir-nos, retificando os erros que tenhamos, acaso, perpetrado.

Mantenhamo-nos vigilantes.
...Jesus na Revelação e Kardec no Esclarecimento resumem para nós códigos numerosos de orientação e conduta.

Estamos ainda muito longe de qualquer superação, à frente de um e de outro, porque, realmente, os objetivos essenciais do Evangelho e da Codificação do Espiritismo exigem ainda muito esforço de nossa parte para serem, por fim, atingidos.
...Reflitamos: sem comunicação não teremos caminho.

...Estudemos e revisemos todos os ensinos da Verdade, aprendendo a criar estradas espirituais de uns para os outros.

Estradas que se pavimentem na compreensão de nossas necessidades e problemas em comum, a fim de que todas as nossas indagações e questões sejam solucionadas com eficiência e segurança.

...Sem intercâmbio não evoluiremos: sem debate, a lição estanque no poço da inexperiência, até que o tempo lhe imponha a renovação.

...Trabalhemos servindo e sirvamos estudando e aprendendo. E guardemos a convicção de que, na Bênção do Senhor, estamos e estaremos todos reunidos uns com os outros, hoje quanto amanhã, agora e sempre.


Autor: Bezerra de Menezes
Psicografia de Chico Xavier. Livro: Bezerra, Chico e Você.

sábado, 7 de julho de 2012

O Orador e a Oratória de Agnaldo de Paula Vasconcelos

Agnaldo de Paula Vasconcelos é natural de Itapagipe, Minas Gerais e e reside atualmente em São José do Rio Preto, São Paulo.

Espírita desde a infância e formado em Medicina, fundou o CEFA, Centro Espírita Francisco de Assis, onde desenvolve um extenso trabalho social, além de ter um importante papel na divulgação da doutrina espírita, sendo palestrante e mantendo expressivo trabalho frente à ADDE – Associação de Divulgação da Doutrina Espírita.




PALESTRA “O PAPEL DO ESPIRITISMO NO PROGRESSO DA HUMANIDADE” – AGNALDO DE PAULA VASCONCELOS.

Assista a uma palestra de Agnaldo de Paula Vasconcelos.


^